Numero Nove em Ordem dos Fantasmas



As propriedades matemáticas que o algarismo 9 encerra são descritas pelos Pitagóricos como propriedades mágicas e diretamente relacionadas com a humanidade. 9 são os meses da gestação, 9 são os orifícios no corpo, 9 são as esferas celestes governadas pelos 9 espíritos elevados.


O psiquiatra chileno Claudio Naranjo desenvolveu um estudo que relaciona o número 9 com o ser humano, tendo como base de investigação os ensinamentos antigos sobre o poder do número. O estudo acadêmico identifica 9 tipos da personalidade humana, usando o eneagrama como chave para o conhecimento das 9 faces da alma.


O arquiteto britânico Cecil Balmond, é o autor do livro "O Número 9- Em busca do código sigma". A obra fala sobre as propriedades do número nove, partindo de uma história sobre o “ponto fixo do vento”, o centro da rosa dos ventos. Conta-nos as propriedades que a história e as lendas se associam ao número nove. Da quais podemos destacar: as nove musas da tradição grega, filhas de Zeus e Mnemósine; na tradição cristã, nove coros de anjos no Paraíso, as nove categorias de abençoados no Sermão da Montanha, e segundo o Evangelho de S. Marcos, Jesus Cristo morreu à nona hora; na tradição árabe, Alá é abençoado com 99 nomes e a festa do Ramadão ocorre no nono mês do ano lunar; na tradição hindu, o 9 é considerado um número completo, perfeito e divino porque fecha um ciclo no sistema decimal; na Divina Comédia de Dante os nove círculos do inferno; Shakespeare põe em “Macbeth”, as bruxas a cantar nove vezes; os Beatles cantam Revolution 9...

Artigo do Professor Carlos Fiolhais, a magia dos números, no blog De Rerum Natura.


A palavra algarismo vem do nome de um matemático persa do Sec. IX, Al-Khwarizmi, a quem é atribuída a grafia dos algarismos que compõem o atual sistema decimal, que resulta da contagem dos ângulos. Note que o zero não tem ângulos, representando apenas o vazio.

Fonte:
UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE BELAS ARTES
O Corpo Humano em Algarismos - Gonçalo Van Zeller – Mestrado em Anatomia Artística.2012


Como não podia deixar de ser, existe maldições associadas ao número nove assim como há maldições associadas a outros números. Uma das mais famosas diz que não se podem compor mais de nove sinfonias: Beethoven morreu depois de concluir a “Nona”, deixando a “Décima” incompleta. Schubert e Brueckner não chegaram a acabar nona sinfonias. Mahler escreveu a “Canção da Terra” depois da sua oitava, quando estava a escrever a nona, que era de fato a décima, morreu... Também Dvorak só escreveu nove sinfonias. Porém, tudo não passa de superstição, é provado que o compositor russo Dmitri Chostakovich escreveu 15 sinfonias...


Em Ordem dos Fantasmas, 99% dos livros citados, nomes e números estão relacionados ao número Nove!